sábado, fevereiro 03, 2007

A verdadeira pergunta

A pergunta colocada:
«Concorda com a despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez, se realizada, por opção da mulher nas primeiras 10 semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?»

A verdadeira pergunta:
«Concorda que a mulher tenha plena liberdade para deixar que um funcionário público mate, em seu nome, um ser humano com idade inferior a 10 semanas (já com coração a bater e com actividade cerebral), que ela concebeu voluntáriamente e que já é seu filho?»

4 comentários:

Ego ipse disse...

Nada como traduzir verdadeiramente a pergunta!

Anónimo disse...

NÃO.
NÃO CONCORDO.
God bless you.
T.

JOINCANTO disse...

Claro que não.

Anónimo disse...

A pergunta fala da gravidez... A tradução fala de um ser humano com idade... Bem, uma coisa é um ser humano, outra coisa é uma semente, e outra coisa é uma semente germinada... Se fosse um ser vivo, como uma planta, a semente germinada só sobreviveria se fosse plantada em solo fértil... Se você considera que tirar a semente germinada do solo fértil é o mesmo que matar a planta... Embora ela ainda nem seja uma planta... Eu acho que você está distorcendo a verdade. A questão verdadeira é em quantas semanas o espermatozóide e o óvulo unidos formando uma semente, germinam, e são implantados no útero... Antes disso, não são realmente um ser vivo... Sementes são sementes. A gente cozinha e come sementes todos os dias e ninguém se importa com os seres vivos que usamos como alimento, afinal, são só plantas indefesas, não é mesmo?