terça-feira, setembro 13, 2005

O que é o Homem?

Na pergunta, “O que é o Homem?”, de um teste de Antropologia do Velho Testamento, em Julho de 1998, do curso de Teologia no IBP-ESETE, respondi o seguinte:

“O homem, quanto à sua natureza é um ser criado. É criado por um Ser superior, Deus, o qual é incompreensível na sua totalidade. Porque foi criado da terra é ADAM e portanto isso confere-lhe um senso de efemeridade e transitoridade. O homem nasce para morrer e portanto a sua vida deve pautar-se por este sentido de incapacidade de controlar o tempo da sua vida. No entanto Deus criou o homem para se relacionar com Ele e assim, o homem é um ser transitório para uma vida eterna com Deus ou sem Deus.
Quanto à sua essência, o homem é uma “alma vivente”, sendo entendida como tendo uma “parte” carnal e outra espiritual. Ou seja, o homem é uma alma que se define com um corpo e um espírito. Mas convém salientar que o homem deve ser entendido como um todo e não como um conjunto de partes separadas.”

Presentemente tenho pensado nesta questão. Precisará a minha resposta de uma actualização? Sim, apesar de continuar a concordar com ela!

2 comentários:

Allan Jost disse...

Vitor, bom ter te passar pelo blog, espero que possa ser ser uma visita de muitas.

Sobre a questão da alma, acho que o VT não faz tanta distinção entre alma e espírito. No meu modo de ver o VT e até o NT olhem para a alma, espírito e corpo como um só. A passagem em Heb 4 mostra como difícil é separar as coisas. Só a Palavra viva de Deus pode fazer separação. Temos que ter cuidado em quanto a ideia da imortalidade da alma tem corrompido nosso conceito do ser humano.

Vitor Mota disse...

Allan, obrigado pelo comentário. Sim, realmente é difícil (impossível) separar os conceitos mas acho que também não podemos dizer que são a mesma coisa.