quarta-feira, novembro 02, 2005

Santos e Finados

Hoje recebi um sms a dizer: "O missionário Edi FLores será executado hoje em Timor. Orem..."
Diversos cristãos receberam a mesma mensagem mas ninguém sabia muitos mais pormenores e portanto não posso desenvolver ou confirmar esta informação. No entanto relacionei-a com o facto do dia de ontem ser chamado o "Dia de Todos os Santos" e que originalmente procurava relembrar os santos e mártires do cristianismo. Não tenho nada a contestar sobre isso desde que bem praticado. No entanto o mesmo não poderei dizer do chamado "Dia dos Finados" ou "Dia dos Defuntos", oficialmente no dia posterior ao "Dia de Todos os Santos" mas na prática a ser obedecido no mesmo dia por conveniência do feriado.
Segundo a Wikipédia, no dia dos Finados "muitos fiéis costumam visitar os cemitérios para rezar e venerar a memória daqueles que já partiram. O sentimento de saudade é inevitável... eis a grande esperança celebrada no dia de finados: Que os falecidos já tenham encontrado a vida verdadeira junto de Deus. Enquanto não chega a hora do reencontro, somos capazes de estar em comunhão com os falecidos estando em comunhão com Cristo."
Talvez para alguns fiéis o sentimento seja este, no entanto o problema mais grave deste dia é que transmite a mensagem de que os vivos (com as suas rezas e dedicação) podem determinar ou influenciar o destino eterno dos falecidos. Esta mensagem de facto está a enganar as pessoas porque o que a Bíblia afirma é que o destino eterno é decidido em vida, por cada pessoa individualmente e não depois da morte. "Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê em mim, tem a vida eterna." (João 6:47 e muitos outros textos)
Deste modo, devemos esclarecer o povo. Quanto à suposta execução, se Deus permitir que aquele cristão seja executado, ele passará a viver junto de Deus, não por ter sido mártir mas sim porque creu em Cristo, crença esta que conformou a sua vida à de Cristo!

2 comentários:

Flá Mendes disse...

Fui uma das que recebeu este sms, e comigo estavam outros que também receberam... das informações apuradas, nosso irmão Edi Flores está vivo e bem vivo, pela graça de Deus. Não houve nenhuma ordem de execução, mas sim ele tem sofrido perseguição... e estas como sabemos, podem ser por vezes "executadas" em formas extremas... continuemos a orar pelo ministério deste irmão, e para que Deus siga protegendo-o de todo mal, livrando-o de toda armadilha ou laço.

Vitor Mota disse...

Obrigada Flávia pela boa notícia. Mas sim, devemos continuar a orar por este irmão e pelos missionários que nos dias actuais ainda continuam a sofrer perseguição.