sexta-feira, agosto 05, 2005

Vivamos Cristo pelas Pessoas

"Vivamos Cristo pelas pessoas" foi a melhor forma que encontrei para resumir o que ouvi ontem pelo Pr. Paulo Júnior, na Conferência do Desafio Jovem. Foram tantas as ideias teológicas e exegéticas profundamente comnicadas que cada uma merecia uma mensagem. (É por isso que eu estou convicto que uma pregação expositiva deve ter apenas uma ideia a ser bem explicada, validada e aplicada).
Não quero agora comentar cada uma das ideias apresentadas pelo Pr. Paulo Júnior. Deixo apenas algumas, para mais tarde recordar e reflectir:

"O inferno só é inferno porque está perto de Deus o suficiente para vê-Lo mas
longe demais para experimentá-Lo."
"Em vez de pensarmos que os outros são o problema, devemos pensar que nós somos a solução."
"Como é que sou salvo? Quando reconheço que o meu Senhor se fez Cristo."

"Santidade não é o que posso fazer para me salvar ou guardar dos outros. É o que eu posso fazer para santificar o outro."
"O pecador vai ver o santo se santificando (e se sacrificando) e vai ter esperança. "

Ao ouvir este homem de Deus a pregar, fez-me lembrar de alguém que tem tanto para dizer num momento de despedida que não consegue parar. Ele parou de comunicar a riqueza das ideias de Deus, não sem antes chorar como alguém que realmente comunica através do seu coração aquilo que a sua mente compreendeu de um modo profundo e relevante. Foi emocialmente arrepiante ficar em silêncio e ouvir o silêncio da Igreja de Deus perante a "voz de Deus" através deste Seu profeta.
Foi das poucas vezes em que realmente senti que a Igreja prestou reverência à Palavra de Deus. Que mais profetas como este se levantem!

3 comentários:

Eduardo Nuno Fonseca disse...

Na verdade, a mensagem foi pertinente; como a expressão, tantas vezes banalizada "em Cristo" se torna um furacão de essência teológica e de vivência prática.
Na linha da ICT, ou melhor ICM "vivamos Cristo pelas pessoas", chamou-me particularmente a atenção a tendência contemporânea e crescente de nos 'pouparmos' de nos 'protegermos' de nos 'reservarmos', indo na direcção contrária ao modelo cristológico.

Vitor Mota disse...

Sim, lembremo-nos das expressões: "salvai-vos", "santificai-vos".

AustinMaria disse...

Amor, creio que a primeira citação deveria ser "O inferno só é inferno porque está perto de Deus o suficiente para vê-lO mas longe demais para experimentá-lO." Beijos