domingo, outubro 23, 2005

Gripe das Aves e Templo Cheio

Não costumo dar muita importância aos sonhos. Mas, a noite passada tive dois sonhos que me deixaram a reflectir. Num deles eu me defrontava pessoalmente com a pandemia da gripes das aves, a qual tinha chegado ao meio onde vivia. No outro via um espaço de culto, repleto de pessoas de todas as idades, onde não havia lugar para entrar mais ninguém, formando uma Igreja desejosa de louvar a Deus e de ouvir a Sua Palavra.
Reconheço que os sonhos podem estar directamente relacionados com preocupações ou imagens vistas no dia anterior e vistos separadamente podem ser interpretados assim. No entanto, como creio que Deus também se pode revelar por meio deles, fiquei a pensar na associação dos dois e perguntei a mim próprio:
Será necessário que surja uma pandemia mundial para as pessoas começarem realmente a buscar e a temer a Deus?

9 comentários:

sogrinha fofinha disse...

"via um espaço de culto, repleto de pessoas de todas as idades, onde não havia lugar para entrar mais ninguém, formando uma Igreja desejosa de louvar a Deus e de ouvir a Sua Palavra"

May God make it so! AMEN.

Nova Evangelização disse...

Caro Vitor Mota
Aprecio bastante o teu Blogue, e por isso a partir de agora, que tomei o devido conhecimento, enexo-o, com a tua implícita permissão, ao blogue "Nova Evangelização", do qual sou modesto colaborador.
Sei que pertences a uma denominação cristã diferente, mas isso é de somenos importância, porquanto o mais importante é o espírito cristão, e não tanto a matéria espiritual.
Fico-me por aqui, na esperança de voltar oportunamente, se Deus quiser.
Saudações fraternais.
JM

Vitor Mota disse...

Sogrinha fofinha,
realmente AMEN!

Vitor Mota disse...

Mariano,
obrigado pela visita e claro que tens a minha permissão para o ligar ao teu blogue. Volta, quando Deus quiser.
Um abraço
V.
Fil.1:6

Paula disse...

Uma coisa é certa: são as dificuldades que não controlamos que nos levam a buscar o Senhor mais sinceramente, com mais anseio... Interessante o que escreveste!

jc disse...

Pessoalmente, acredito e oro, para que Deus não nos deixe passar por uma calamidade como o é uma pandemia...

Por muitos motivos...

Mas acredito, e como esta provado com o 11/9, as igrejas viram aumentar o seu número de assistentes médios...

Isto porque, a maioria dos seres humanos, só se vira para Deus em caso de aflição!

Deus seja connosco e nos proteja...

Que a Sua mão forte esteja sobre nós.

Marcelo disse...

Querido Vitor, será que essa "pandemia mundial" já não surgiu? quando olho para a "igreja", movimento "evangeliquês", onde quaquer tralha é chamado de cristão, onde a Bíblia virou livro de simpátia e agoureiros lideres espirituais fico profundamente perplexo e muitas vezes lamento está realidade... Oxalá... não venha eu ficar gripado!!!
Abraços... gostei do teu blog...

Vilma disse...

Citando o C.S.Lewis: "O sofrimento é o megafone de Deus.." ninguém gosta, mas a verdade é que no meio de tragédias as pessoas voltam-se para Deus.... que Ele tenha misericórdia de todos nós, é a minha oração!

Lenita disse...

Oxalá as pessoas realmente se voltassem para Deus, numa decisáo consciente.

O problema é que as suas mentes estão causticadas. Temos tido calamidades que abalam as notícias e levam a manifestações de solidaridade grandes, mas essa comoção pública é de pouca dura! Tudo volta ao "normal".

Já Jesus fazia milagres e logo de seguida elas lhe pediam um sinal de que Ele vinha de Deus...

O mundo apresenta os seus sinais, mas as pessoas vão continuar nos seus "afazeres diários", sem tomarem uma decisão.
Mas sonhemos que possa haver momentos diferentes. Mesmo entre nós. Concordo com o cenário que o Marcelo pintou.

Beijinhos aqui da Alemanha
Helena